[pt]   Login

12 anos ao seu serviço (2005-2017)

Necessidades em vibração e/ou ruído?
Contacte-nos.
Temos uma resposta para si.

Notícias/Destaques

Cmara de Coimbra limita rudo nas noites da Queima das Fitas

2012-05-03 - A organizao da Queima das Fitas de Coimbra vai ser obrigada a reduzir o rudo nas noites dos concertos, podendo ser punida com uma coima mnima de 15 mil euros caso no respeite esta imposio.

O anncio foi hoje feito em conferncia de imprensa com a participao da Cmara de Coimbra, Polcia Municipal, Associao Acadmica, organizao da Queima das Fitas e representantes da ADAI - Associao para o Desenvolvimento da Aerodinmica Industrial, da Universidade de Coimbra (UC), responsvel pelo sistema de medio de som e limitador dos nveis de rudo.

A reduo deve ser feita com limitadores de som nos equipamentos.

O novo sistema - uma iniciativa da autarquia, em colaborao com os estudantes e a UC - visa minorar os problemas de rudo provenientes das noites dos concertos da Queima, que comea com a tradicional Serenata monumental (na S Velha), s 00:00 da prxima sexta-feira e decorre at dia 11.

O plano de monitorizao do rudo e a instalao de limitadores de som, selados, nos equipamentos dos dj's, pretende "parar a escalada de som que, de ano para ano, vinha aumentando", no perodo da Queima das Fitas, refere a autarquia.

"H gente que se queixa e gente que sofre sem se queixar. As queixas so um indicador generalizado de que se vai para alm do que se devia. Os limitadores de som visam permitir que, a partir de determinada hora (04:00), a festa continue, mas com um som tolervel", disse o presidente da Cmara, Joo Paulo Barbosa de Melo.

O autarca reconheceu que o rudo durante a festa estudantil um "assunto delicado", j que a Queima "um dos cartazes da cidade", mas a questo que se coloca "encontrar um equilbrio" entre os interesses dos que se querem divertir e daqueles que precisam de dormir.

"No se trata de a Cmara impor", disse o autarca, salientando a colaborao da AAC e da organizao da Queima.

O presidente da AAC disse que os estudantes "no podem esquecer a cidade que os acolhe, devem ter respeito por ela" e considerou tratar-se de "um marco bastante importante, com a cidade e os estudantes a darem as mos por uma causa comum".

Os locais onde habitualmente ocorrem mais reclamaes vo ser monitorizados, "pelo menos, dia sim dia no", por uma equipa conjunta da UC e da Polcia Municipal.

"Rudo vai sempre haver e reclamaes tambm. O objetivo que haja menos", referiu Mrio Mateus, da ADAI, entidade que h cerca de uma dcada concluiu que nas noites da Queima o nvel de rudo aumenta 20 decibis acima do habitual.

As aes de fiscalizao "no so para punir mas para confirmar se os limitadores de som so ou no violados", disse Jacinto Santos, comandante interino da Polcia Municipal, frisando, em resposta a questes dos jornalistas, que a violao do limite de rudo imposto pela autarquia implica uma "coima mnima de 15 mil euros, que ser cobrada AAC".

A organizao da Queima ir, por isso, contratualizar com as empresas concessionrias das "barracas" o cumprimento do nvel de rudo autorizado.

"As queixas do rudo durante a Queima so recorrentes", disse Lusa Massano Cardoso, provedor do Ambiente de Coimbra.

A avaliao dos resultados do novo sistema de monitorizao de rudo e limitao de som poder levar, no futuro, a autarquia a aplic-lo noutros pontos da cidade.


Mais informação em: http://www.ionline.pt/portugal/camara-coimbra-limita-ruido-nas-noites-da-queima-das-fitas


Notícias relacionadas:


Guardado em: Ambiente