[pt]   Login

12 anos ao seu serviço (2005-2017)

Necessidades em vibração e/ou ruído?
Contacte-nos.
Temos uma resposta para si.

Notícias/Destaques

Queixas de Rudo Nocturno em Angola

2012-04-19 - Leitor do Jornal de Angola, Miguel dos Passos, escreveu para o jornal a queixar-se do rudo nocturno em Maianga:

"As autoridades tm de fiscalizar com mais rigor as casas nocturnas e as festas particulares aos fins-de-semana, porque tem havido grande abuso no que diz respeito ao excesso de rudo. claro que as pessoas precisam de se divertir e as festas particulares e recintos nocturnos so locais apropriados para diverso. O que no pode ser permitido que uma festa particular dure at s tantas da manh, com o som no mximo, impedindo os vizinhos prximos e longnquos de descansar. As pessoas tm o direito de se divertir. E quem no est na festa tem o direito de descansar. Por isso, os fiscais do Governo Provincial e de outras instituies com responsabilidades na matria tm de pr na ordem os organizadores dessas festas. Se eles no percebem que a sua liberdade termina onde comea a dos outros, ento algum tem que lhes explicar que h limites. H recintos nocturnos, as chamadas discotecas, em zonas residenciais que tm o som to elevado que fazem tremer tudo nas casas das vizinhanas. Ningum tem o direito de importunar os vizinhos a este ponto. Felizmente, h muita gente que trabalha para levar Angola para a frente e quem trabalha precisa de descansar. o meu caso, que tenho na minha rua uma discoteca e aos fins-de-semana mergulho no inferno. No consigo dormir. Os meus vizinhos tm o mesmo problema. Nem os agentes da Polcia Nacional conseguem resolver o problema. Pelos vistos h pessoas que podem cometer todos os atropelos que ningum as responsabiliza. altura de obrigar toda a gente a cumprir a lei sobre o rudo nocturno."


Mais informação em: http://jornaldeangola.sapo.ao/19/45/ruido_nocturno_2

Guardado em: